Pensadores e a Educação

Coleção com 22 programas sobre 24 dos mais importantes pensadores na área da educação.

B. F. Skinner
Carl Rogers
Célestin Freinet
Claparède
Comênio
Darcy Ribeiro
Edgar Morin
Emilia Ferreiro
Educadores brasileiros - Anísio Teixeira, Fernando Azevedo e Lourenço Filho
Froebel
Henri Wallon
Howard Gardner
Jean Piaget
John Dewey
Lev Vygotsky
Matthew Lipman
Montessori
Paulo Freire
Pestalozzi
Steiner
Helena Antipoff
Álvaro Vieira Pinto

 

R$ 990,00

Comprar

Outros vídeos desse Tema:

Álvaro Vieira Pinto

Álvaro Vieira Pinto é certamente uma das figuras marcantes do pensamento brasileiro do século XX. Filósofo de rara erudição, seu trabalho foi pautado pelo incômodo com o subdesenvolvimento e com a “naturalidade” com que as pessoas viam a ordem vigente.
Foi autor de inúmeras obras (muitas delas desaparecidas) e conceitos fundamentais para a educação brasileira e que tiveram impacto na obra de grandes educadores, entre eles, Paulo Freire. Neste programa, Marcos Cezar de Freitas analisa sua trajetória, suas contribuições e impasses.

Conteúdo:
- Infância no Rio de Janeiro
- A influência do modernismo
- Educação popular e democracia
- Faculdade Nacional de Filosofia
- Década de 50 – conhecer o país “de perto”
- Educação popular e desenvolvimento econômico
- ISEB e existencialismo europeu
- Consciência e realidade nacional
- Ditadura e exílio
- A relação com Paulo Freire
- Amanualidade, trabalho elaborado e alfabetismo
- População pobre, Ciência e existência, Tecnologia Social

R$ 60,00

comprar

Antonio Gramsci

Segundo Gramsci, a educação tem participação fundamental na elaboração, sistematização e irradiação da concepção de mundo que estabelece a ordem social tal como ela é, pois prepara os intelectuais, que são os agentes dos aparelhos de hegemonia. A educação tem assim papel importante na configuração, na disseminação e na reprodução da ideologia e, consequentemente, na preservação do poder das classes dominantes. Mas ela atua também como força de transformação social, mediante a elaboração, sistematização e disseminação de concepções de mundo contra-ideológicas. É nessa tensão constante que o educador exerce suas atividades, ora de preservação da ordem já constituída, ora de transformação dessa realidade.

Conteúdo:
- O lugar da filosofia na existência dos homens e como todos os homens são.
- A capacidade de sairmos do senso comum para chegarmos ao bom senso.
- O novo papel da ideologia e como esta é pensada como cimento da sociedade.
- A educação, a ideologia e a contra-ideologia
- A educação como força de transformação.
- Consciência teórica e vida real. Atividade teórica e atividade prática.

R$ 60,00

comprar

B.F. Skinner

Ao lado de Freud e Piaget, Skinner foi um dos três pensadores mais citados do século XX. Abalizou-se como um pesquisador original e influenciou profundamente a psicologia norte-americana e mundial a partir da década de 50. Skinner é um daqueles pensadores que despertam acalorados debates, fonte de inesgotáveis polêmicas.
Em relação à educação, Skinner pregou a eficiência do reforço positivo, sendo contrário a punições e esquemas repressivos. Rejeitou noções como a do livre-arbítrio e defendeu que todo comportamento é determinado pelo ambiente, embora a relação do indivíduo com o meio ambiente seja de interação e não passiva.
Foi autor de trabalhos nos quais defende o uso de procedimentos eficazes para o manejo do comportamento com o intuito de melhorar a sociedade e tornar o homem mais feliz.
O programa é conduzido pela Profª Maria Martha Costa Hubner.

Conteúdo:
- Biografia;
- Reforçamento positivo;
- O ser humano;
- Contingências;
- Aprender e errar;
- Avaliação;
- Sistema individualizado;
- A escola ideal.

R$ 60,00

comprar

Carl G. Jung

Carl G. Jung é um dos mais importantes pensadores da história da Psicologia e faz parte do pequeno grupo daqueles que ajudaram o homem a transformar sua visão de mundo e sobre si mesmo.
Além de colaborar ativamente com a fundação da Psicologia, Jung estudou a antropologia, mitologia, história das religiões e alquimia e deixou contribuições para diversos campos do conhecimento, entre eles a educação.
Diversos conceitos desenvolvidos por Jung, tais como self, ego, persona, arquétipos, polaridade, ajudam o educador a ter uma visão ao mesmo tempo mais abrangente e profunda de seu papel no mundo, da instituição escolar e de seus alunos.
Um desses conceitos é o da individuação. Segundo Jung, individuação é o processo que o sujeito vive para se tornar o ser humano único que potencialmente cada um de nós é desde os primórdios, uma diferenciação em um mundo massificado. E nisso o educador tem um papel central.

Conteúdo:
- Biografia
- Energia Psíquica
- Símbolo
- Arquétipos
- Self e Ego
- Self, Ego e escola
- Psicoterapia e Educação
- Individuação
- Polaridades
- Educador
- Tipologia

EXTRAS:
“Tipologia” e “Cultura, civilização e individuação”

R$ 60,00

comprar

Carl Rogers

Formado em História e Psicologia, aplicou à Educação princípios da Psicologia Clínica, área em que atuou por mais de 30 anos.
Na Educação, Rogers representa a corrente humanista. Valoriza técnicas de intervenção facilitadora e considera fundamentais atitudes como a de uma escuta sensível e congruência por parte dos educadores para que possam ajudar na evolução de um ser humano, que é essencialmente bom e ávido por conhecimento.
Suas idéias, um importante contraponto às idéias comportamentalistas de B. F. Skinner, tornaram-se mais conhecidas no Brasil nos anos 70, principalmente a partir de grupos de estudos orientados pela educadora Rachel L. Rosenberg. É nessa época que Rogers dirige sua atenção de maneira prioritária à educação, propondo uma pedagogia que valoriza a experiência e é centrada no aluno. Acredita que o aluno aprende melhor, é mais criativo e capaz de solucionar problemas quando encontra um ambiente humano e de facilitação.

Conteúdo:
- Biografia;
- Liberdade em sala de aula;
- Escuta sensível;
- Pessoa inteira, pessoa inacabada;
- Facilitação;
- Aceitação;
- O papel do professor;
- Poder pessoal;
- Aprendizagem significativa;
- Congruência;
- O grupo;
- Limites;
- Conteúdos.

R$ 60,00

comprar

Célestin Freinet

Célestin Freinet foi um dos maiores educadores do século XX.
Pedagogo humanista, autodidata, político e sindical, sintetizou em sua obra as aquisições da psicologia e da pedagogia, tornando-as aplicáveis ?s práticas cotidianas em classe.
A Pedagogia Freinet é um conjunto original de propostas teóricas, instrumentos e técnicas assentadas em alguns princípios e eixos pedagógicos: cooperação, livre expressão, responsabilidade, solidariedade, comunicação e documentação.
Freinet, através de seu método natural de aprendizagem, deixa um importante legado para a formação de seres íntegros, sociais e politícos, capazes de trilhar seus destinos individual e socialmente na construção de uma sociedade democrática e pacífica.

Conteúdo:
Freinet, infância, juventude, 1° Guerra Mundial;
-Aula-Passeio;
-Imprensa Escolar;
-Correspondência Escolar;
-Texto Livre;
-Livro da Vida;
-Elege Freinet e a Escola de Vence;
-Reunião de Cooperativa ou “Jornal de Parede”;
- 2° Guerra Mundial / prisão de Freinet;
- Educação pelo trabalho;
- Depoimento Freinet;
- Campanhas Nacionais: tempo livre e 25 alunos por sala;
- Invariantes Pedagógicas.

R$ 60,00

comprar

Claparède

Claparède viveu em um mundo atormentado por guerras e viu na transformação da escola um importante passo em sua luta pela paz mundial. Acreditava que o autoritário ambiente escolar era o grande responsável pela formação de indivíduos autoritários.
Defendia que a escola deveria ser mais democrática e valorizar mais a criança.
As ideias de Claparède sobre a inteligência foram revolucionárias. Acreditava que ela estava relacionada à capacidade de se adaptar a novas situações, algo muito diferente da noção de inteligência dominante na época, relacionada à quantidade de informações que o indivíduo conseguia armazenar.
Claparède lançou as bases para inúmeros psicólogos e educadores. Entre eles estão
Vygotsky e Piaget. No Brasil, sua influência é enorme.

Conteúdo:
- Biografia e contexto
- Escola duplicada
- Influências
- Escola Nova
- Revolução de Copérnico na educação
- Princípio da ação
- Teoria dos Talentos
- Desenvolvimento infantil
- Inteligência
- Psicologia funcional
- Didática
- Professor
- Escola sob medida
- Currículo mínimo
- O jogo
- Disciplina, ética e moral
- Novidades da Escola Nova

R$ 60,00

comprar

Comênio

Religioso cristão, Jan Amos Komenský é conhecido como o pai da didática moderna. Em a Didática Magna, sua obra mais importante, o modelo da nova didática é a natureza, ou seja, está fora dos muros da escola. Para Comênio, o bom professor lê a vida externa e a leva para sala de aula.
Acreditava que os conhecimentos científicos deveriam ser levados aos alunos não pela imposição, mas com satisfação e alegria.
Comênio propõe que a didática parta sempre da vivência do educando, do conhecimento que ele já possui e de sua realidade.
Para ele, a educação, a religião e a piedade eram os grandes instrumentos para a salvação do homem.

Conteúdo:
- Biografia e contexto
- Didática Magna
- Quatro planos
- Quatro princípios
- Três modelos
- Leitura de mundo
- Ensinar tudo a todos
- Pampédia
- Fontes
- Experimentar a ciência
- Professor
- Necessidades sociais
- Escolas comenianas

R$ 60,00

comprar

Comte

Augusto Comte foi um dos filósofos que marcou mais profundamente a cultura brasileira. É seu o lema estampado em nossa bandeira: “Ordem e Progresso”.
O positivismo, como será chamada a filosofia de Comte, desenvolveu-se em dois ramos: o epistemológico, que defende o método científico, e o ramo teológico, ideologicamente tradicional e conservador.
No plano ideológico, Comte pensa a educação como uma força reprodutiva das estruturas sociais já que para ele a escola deve reproduzir os valores vigentes daquela sociedade.
Já no plano epistmológico, para Comte as escolas devem promover a prática da metodologia científica e ajudar o aluno a abandonar as crenças míticas de sua infância, a ir além das pretensões infundadas da adolescência e a chegar à idade adulta adotando as conclusões sustentadas pela ciência. Mais do que uma introdução à ciência, pensa a educação como iniciação ao procedimento técnico, pois é por meio dele que o homem irá dominar o mundo. Essa visão pragmática e tecnicista irá marcar a escola até os dias de hoje.

Conteúdo:
- Reforma intelectual da ciência
- Teoria dos Três Estados
- Ciências humanas
- Positivismo epistemológico e teológico
- Positivismo no Brasil
- Escola Nova

R$ 60,00

comprar

Darcy Ribeiro

Antropólogo e educador, Darcy Ribeiro foi um dos intelectuais mais importantes do Brasil. Distinguiu-se por elaborar uma teoria explicativa da formação do povo brasileiro e pela singular capacidade de conjugar ideias e ação. Criou os CIEPs, no Rio de Janeiro, a Universidade Estadual do Norte Fluminense, a Universidade de Brasília e o Museu do Índio.
Foi senador da República, ministro da Educação e vice-governador. Como político, ousou apostar na transformação e na construção de uma sociedade mais justa.
Como Oscar Niemeyer costuma dizer: Darcy não tinha limites, nunca teve limites, e o que vem depois? Onde é que é? E mais e mais.

Conteúdo:
- Biografia e contexto
- A formação de Darcy
- Índios
- Rondon e Anísio Teixeira
- Realizações
- CIEPs
- Ginásios Públicos
- Universidade de Brasília
- UENF

R$ 60,00

comprar

Deleuze

Deleuze foi um filósofo e professor francês que nunca escreveu sobre educação. Por que, então, um programa sobre Deleuze e a Educação?
Porque talvez precisemos do inusitado, do diferente, do inconformismo. Atributos que não faltam à vasta produção desse pensador.
Graduado em filosofia na Sorbonne, Deleuze foi professor secundário de filosofia, pesquisador, professor universitário.
O vigor e o inusitado, o inspirador e a consistência que marcaram seu pensamento justificam o deslocamento da obra de Deleuze para o campo da Educação.

Conteúdo
- Biografia
- Criação de conceitos
- Problema
- Filosofia da Educação
- Três motivos pedagógicos
- Aprender
- Ensinar
- Educação Menor
- Multiplicidade
- Rizoma

R$ 60,00

comprar

Edgar Morin

Edgar Morin, um dos maiores intelectuais da atualidade, é um crítico da fragmentação do conhecimento. Propõe o desenvolvimento do pensamento complexo, uma reforma do pensamento por meio do ensino transdisciplinar, capaz de formar cidadãos planetários, solidários e éticos, aptos a enfrentar os desafios dos tempos atuais.
Este vídeo apresenta os principais conceitos presentes no pensamento de Morin. Segundo Edgard de Assis Carvalho, “a educação do futuro exige um esforço transdisciplinar que seja capaz de rejuntar ciências e humanidades (...) precisamos enfrentar os paradoxos que o desenvolvimento tecnoeconômico trouxe consigo, globalizando de um lado e excluindo do outro”.

Conteúdo:
- Biografia;
- Reorganizações genéticas;
- Pensamento complexo;
- Operadores da complexidade;
- Totalidade;
- Razão, racionalidade, racionalismo e racionalização;
- Tetragrama organizacional;
- A reforma do pensamento;
- Transdisciplinaridade;
- Os sete saberes necessários à educação do futuro;
- A escola.

R$ 60,00

comprar

Educadores Brasileiros

Foram os precursores do movimento da Escola Nova no Brasil, e estiveram à frente das principais reformas educacionais do país. Quer mediante suas produções em Psicologia, Pedagogia, Sociologia e Filosofia, quer pela participação direta nas políticas públicas,(incluindo aí a criação do MEC, universidades, Institutos de Educação e a CAPES), os três --cardeais-- da Educação Brasileira transformaram e consolidaram o sistema educacional brasileiro. O programa é conduzido pela profª Diana Vidal.

Conteúdo:
- Biografias / os primeiros anos;
- 1920 a 1935;
- Manifesto dos Pioneiros da Escola Nova;
- A Escola Nova e suas três dimensões;
- A Dimensão Pedagógica;
- A Dimensão Política;
- A Dimensão de Finalidades;
- 1935 a 1945;
- Lourenço Filho e o Estado Novo;
- A Cultura Brasileira - livro de Fernando de Azevedo;
- 1946 a 1974;
- A Escola Parque;
- O Legado dos três Educadores.

R$ 60,00

comprar

Emilia Ferreiro

A psicogênese da língua escrita, de Emilia Ferreiro, causou uma verdadeira e profunda revolução no modo como compreendemos o processo de alfabetização. Suas repercussões no mundo todo e, particularmente no Brasil, reorientaram as discussões sobre um dos mais graves problemas nacionais: o fracasso escolar.
Se antes de Emilia Ferreiro debatia-se como ensinar, a partir de sua obra começamos a refletir sobre como se aprende. Sua obra faz com que educadores tenham elementos fundamentais para que possam repensar suas práticas e, assim, tentar transformar a Educação.

Conteúdo:
- Biografia e contexto
- Psicogênese da língua escrita
- Permanência e estabilidade
- Intervenções didáticas
- Transformação do contrato didático
- O erro
- Didática: dois eixos
- Nome próprio
- Listas
- Evolução de escrita: dois exemplos

R$ 60,00

comprar

Foucault

Michel Foucault, uma figura muito produtiva, polêmica e complexa, foi um filósofo mundialmente conhecido, com grande presença nos meios de comunicação. Com o falecimento de Sartre, em 1980, Foucault tornou-se o mais famoso intelectual francês.
De sua vasta produção, podemos deslocar muitos conceitos e ideias para o campo da Educação, especialmente de seus textos sobre o saber e o poder.
Foucault nos legou uma obra vigorosa e provocadora, fundamental àqueles que lidam com a Educação.

Conteúdo
- Biografia
- Três fases de Foucault
- Morte do sujeito
- Saber
- Ética: cuidado de si
- Educação
- Disciplinarização
- Biopoder

R$ 60,00

comprar

Friedrich Froebel

Friedrich Froebel é conhecido como o criador dos jardins de infância. Mas poucos percebem que seus conceitos e práticas criados no século XIX, embasam grande parte do cotidiano das escolas de educação infantil hoje. Neste programa Alessandra Arce, uma das maiores especialistas em Froebel no país, aborda a influência do contexto histórico sobre os conceitos de Froebel e caracteriza e explica a fundamental contribuição contida no legado pedagógico do educador prussiano.

Conteúdo:
- Contexto histórico / a “Era das Revoluções”
- Biografia
- Unidade vital: Deus, natureza e homem
- Interiorização e exteriorização
- Ação e pensamento
- Educação sectória
- Autoeducação livre
- A família
- Jardim de infância
- Trabalhos manuais, jogos / Os dons
- Autogoverno e disciplina
- A natureza como modelo
- Froebel: um legado fundamental

R$ 60,00

comprar

Friedrich Nietzsche

Para Nietzsche, a educação deve despertar as potências dionisíacas do homem, o que pressupõe uma crítica radical aos valores da cultura racionalista, presente na filosofia, na ciência e na própria religião. Segundo o filósofo alemão, a filosofia, a ciência, a religião precisam ser superadas, para que o homem possa agir por força de suas potências vitais, pela pulsação da vida, e não da razão lógica.
A educação, portanto, deve estar no sentido da busca da liberdade do espírito, na potencialização da vontade de poder do indivíduo e da constituição de um homem superior, sem as amarras da religião, do Estado e dos valores morais ocidentais.

Conteúdo:
- Razão e sensibilidade: o dionisíaco contra o apolíneo.
- Uma filosofia construída a marteladas.
- A crítica à cultura decadente do mundo ocidental.
- Questionando a ciência, a filosofia, a religião e a moral ocidentais.
- Propondo a constituição de um homem superior.
- A educação em busca da liberdade do espírito

R$ 60,00

comprar

Hannah Arendt

Há vários anos que o pensamento de Hannah Arendt tem grande repercussão nas áreas do direito, da filosofia e da teoria política. No campo da Educação, sua produção foi pequena. Apesar disso, Arendt tem causado crescente interesse entre os educadores. Talvez isso se deva à clareza e ao notável vigor com que Arendt trata de temas fundamentais para os educadores, tais como autoridade, tradição, legado cultural e do significado de público e privado. Uma obra fundamental e surpreendente.

Conteúdo:
- Biografia
- Legado cultural
- Senso Comum
- Tradição
- Autoridade
- Público e privado
Conteúdos

R$ 60,00

comprar

Hegel

Hegel é um dos pensadores mais importantes e complexos da filosofia ocidental. Formulou uma síntese da filosofia que tinha sido produzida até então, no século XIX.
Hegel introduz a dimensão da historicidade no debate filosófico, fazendo uma notável inflexão, já que desde os gregos dominava a ideia de que havia uma realidade estável, imutável, permanente.
Além de um pensador produtivo e revolucionário, Hegel foi professor e reitor de universidades. Embora nunca tenha escrito uma obra sobre educação, formulou, em discursos que fazia ao final dos anos letivos, algumas propostas educacionais em campos como currículo e metodologia, destacando sempre o papel do professor como exemplo e inspiração do educando.

Conteúdo:
- Historicidade
- Razão sensitiva e razão mística
- Dialética
- Discursos sobre Educação: currículo, metodologia e disciplina

R$ 60,00

comprar

Helena Antipoff

Helena Antipoff teve contato direto com os principais centros de pesquisa e prática pedagógica da Europa no início do século XX. Fez estágio no Laboratório Binet-Simon, em Paris, foi assistente de Claparéde em Genebra e participou das pesquisas iniciais da psicologia sócio-histórica soviética. No Brasil, aliando formação científica e preocupação com os excluídos, Helena vai ser responsável por importantes contribuições práticas na formação de professores, educação básica, educação de excepcionais e educação rural.

Conteúdo:
- Os primeiros anos na Rússia
- Paris e Genebra / Binet, Claparède, Maison des Petits
- União Soviética / experimentação natural de Lazursky
- Brasil / Escola de Aperfeiçoamento, pesquisa em Psicologia e Educação, Laboratório de Psicologia
- O trabalho com crianças “excepcionais”
- Fazenda do Rosário / educação básica, formação de professores e educação rural
- O trabalho na Universidade Federal de Minas Gerais
- Razão e sensibilidade

R$ 60,00

comprar

Henri Wallon

Uma das originalidades da teoria de Wallon é sua tentativa de ver a criança de um modo mais integral, considerando que a escola é um lugar onde se educa, mas, principalmente, onde se deve estudar a personalidade da criança.
Com foco na criança, Wallon busca compreender o desenvolvimento de forma integrada, levando em conta os domínios cognitivo, afetivo e motor.
A perspectiva teórica de Wallon traz ainda uma preocupação bastante atual: como construir uma educação para todos, independentemente de sua condição social, origem ou raça, e, ao mesmo tempo, uma educação para cada um, que contemple a complexidade do indivíduo em todas as suas dimensões.

Conteúdo:
- Biografia;
- Introdução;
- Campos Funcionais;
- Ser e vir a ser;
- As emoções;
- Função social das emoções;
- Dimensão expressiva do movimento;
- Emoção e inteligência;
- Inteligência e movimento;
- Sincretismo;
- Pensamento categorial;
- Pensamento sincrético;
- Indivíduo – articulação e unidade;
- O papel da escola

R$ 60,00

comprar

Howard Gardner

Howard Gardner, psicólogo e Ph.D da Universidade de Harvard, tornou-se mundialmente conhecido ao publicar sua Teoria das Inteligências Múltiplas, mostrando que a inteligência é composta de pelo menos oito competências: lógico-matemática, lingüística, interpessoal, intrapessoal, corporal-sinestésica, musical, espacial e naturalista.
A Teoria das Inteligências Múltiplas teve enorme receptividade entre educadores do mundo todo, pois traz uma nova forma de enxergar o aluno e tem profundas implicações nas práticas pedagógicas.
Passados cerca de 25 anos da publicação da Teoria, o que fica cada vez mais clara é a importância da contribuição de Gardner para o entendimento de como funciona nosso cérebro e de como aprendemos.

Conteúdo:
- Biografia;
- Definição de inteligência;
- A Teoria das Inteligências Múltiplas;
- Os potenciais de cada um;
- Piaget, Vygotsky e Inteligência Emocional;
- Críticas e autocrítica;
- Teoria e metodologia;
- Educação personalizada;
- Avaliação;
- Escolas de Inteligências Múltiplas?;
- Múltiplas formas de aprender;
- Educar para a compreensão.

R$ 60,00

comprar

Immanuel Kant

Immanuel Kant, um dos mais importantes filósofos da história, foi diretor de escola e professor. Ele representou o momento mais significativo da filosofia na Idade Moderna e ainda influencia profundamente os pensadores da atualidade.
Para Kant, todos os investimentos pedagógicos devem ser na direção de promover a busca pela perfeição, que se dá pela plenitude da moralidade. Para tanto, se deveria promover a disciplina, não como forma de opressão, mas para se superar o comportamento puramente instintivo. Valorizava a ampliação do conhecimento, particularmente o conhecimento científico, mas também da arte e da estética. Acreditava, enfim, que o sujeito deveria tornar-se cada vez mais moral, prudente, culto e emancipado.

Conteúdo:
- Comparação entre o projeto iluminista da modernidade e filosofias anteriores.
- O conhecimento não atinge as essências, mas apenas os fenômenos.
- Uma nova e surpreendente teoria do conhecimento.
- A ciência e a moral na escola.
- As condições da razão teórica e as possibilidades da razão prática.
- A Educação e a emancipação do sujeito.

R$ 60,00

comprar

Jacques Lacan

Jacques Lacan nasceu em uma Paris everfescente. Aluno dos mais férteis, forma-se em Medicina. Funda a Sociedade Psicanalítica de Paris e a Escola Freudiana de Paris onde busca revigorar o pensamento freudiano. Mas Lacan foi muito além. Seu pensamento influenciou diversas outras áreas do conhecimento, entre elas a Educação. Lacan permite uma leitura particular sobre a educação: enfatiza o papel da linguagem no determinismo da conduta humana, papel que tinha ficado minorizado e subjugado a um biologismo. Com isso permite que a Educação seja retomada em sua força. Para Lacan, o espaço educativo é aquele em que ocorre a constituição do sujeito. Para entenderemos basta recuperar na língua o sentido corriqueiro da palavra educar como “criar”. Isso quer dizer que há no educar uma certa dimensão de invenção.
O educador tem um papel fundante na educação. Contraponto importante com a crença atual de que ele seria um mero intermediador. Cada vez mais se convida o educador a eclipsar-se por trás do aluno, com isso esquece-se o que Lacan vai chamar de “dom”.
Lacan vai criar as condições também para que se analise as várias propostas pedagógicas existentes, desde o ponto de vista do quanto elas permitem ou não que a educação ocorra. Trata-se da formulação de uma espécie de “universal” da educação: toda educação não importa que método siga deve necessariamente ter...

Conteúdo:
- Biografia
- A linguagem é equívoca
- As três profissões impossíveis
- O outro e a tradição
- A riqueza do mal-entendido
- Educar: condições de possibilidade
- A cientifização da Educação
- Aluno abstrato X aluno real
- A ciência exclui o sujeito
- Professor esvaziado
- Dom
- As três funções da Educação
- O educador e seu inconsciente

R$ 60,00

comprar

Jacques Rousseau

Em uma época em que a filosofia tratava do homem como um ser abstrato, Rousseau propõe uma visão radicalmente diferente e passa a pensar o homem como um ser concreto e histórico.
Preocupado com a felicidade dos seres humanos, busca saber o que torna infeliz o homem, que julga nascer feliz e em harmonia com a natureza.
Rousseau acredita que a sociedade e suas regras corrompem o homem, e faz uma proposta concreta e sistemática de como a convivência social pode se dar sem violentar a liberdade, a consciência e a criatividade do indivíduo. Para ele, a Educação está no centro dessa construção.

Conteúdo:
- Revolução filosófica: o homem concreto
- O homem e a natureza
- Contrato Social
- Naturalismo e antropocentrismo
- Emilio: uma proposta de Educação
- Rousseau e a educação contemporânea

R$ 60,00

comprar

Jean Piaget

Jean Piaget biólogo de formação, psicólogo que estudou o desenvolvimento cognitivo, filósofo por afinidade, Piaget construiu uma obra longa, coerente e sistematizada. Os conceitos que cunhou marcaram o campo da pedagogia a tal ponto que muitos o consideram, erroneamente, um educador. Para guiar o professor que pretende conhecer melhor o tema, este vídeo apresenta de forma clara os principais conceitos piagetianos. Conforme Yves de La Taille, “a teoria de Piaget é importante para todos os adultos que lidam com crianças, pois oferece instrumentos que ajudam a entender não apenas o desenvolvimento da inteligência, mas suas decorrências, como a formação do comportamento e da personalidade da criança”.

Conteúdo:
- Inteligência;
- Conceitos Piagetianos;
- Estágio Sensório-motor;
- Histórico e Epistemologia Genética;
- Estágio Pré-operatório;
- Estágio Operatório;
- Estágio Operatório Concreto e Formal;
- Desenvolvimento Moral;
- Piaget e a Educação;
- Mitos;
- O Método de Pesquisa;
- Indicações de Leitura.

R$ 60,00

comprar

Johann Heinrich Pestalozzi

As idéias e práticas do educador suíço Johann Heinrich Pestalozzi representam um legado fundamental para compreensão da pedagogia atual. Neste programa Alessandra Arce, uma das maiores referências no estudo de Pestalozzi do país, aponta as influências da “Era das Revoluções” sobre os conceitos de Pestalozzi e explica a fundamental contribuição contida no legado pedagógico do educador.

Conteúdo:
- Contexto histórico: a “Era das Revoluções”
- Biografia
- A criança
- O controle dos instintos animais
- Amor, paciência e trabalho
- Desenvolvimento da criança: repetição do desenvolvimento da humanidade
- Apreensão pelos sentidos
- Retorno à natureza
- A criança como centro
- O “ABC” da intuição
- Número, forma e palavra
- Nos passos de Comenius
- Ideias-guias

R$ 60,00

comprar

John Dewey

John Dewey foi um dos mais notáveis filósofos americanos da educação. A defesa de uma escola democrática e a valorização da experiência bem como do pensamento reflexivo foram suas marcas mais profundas.
John Dewey foi uma dos expoentes do Pragmatismo. Para essa filosofia o pensamento e a ação formam um todo indivisível e toda formulação teórica é uma hipótese ativa a ser demonstrada em situação prática de vida.
Para John Dewey, devemos recusar verdades incontestáveis, dogmatismos e formulações inquestionáveis, e enfatizar a descoberta, o diálogo e a busca do consenso.

Conteúdo:
- Biografia;
- Filosofia tradicional;
- Negação da dualidade platônica;
- Pragmatismo;
- Pensamento reflexivo;
- Professor reflexivo;
- Educação proposta por Dewey;
- Educação democrática;
- O papel da escola;
- Liberdade e disciplina;
- A Educação e a ciência;
- Visão política.

R$ 60,00

comprar

Karl Marx

O pensamento de Karl Marx exerce profunda influência nas mais diversas áreas da atuação humana, desde na filosofia, na economia e na sociologia, até na educação.
Sua filosofia é uma análise sobre a dimensão política da sociedade. Traz implícita uma proposta político-pedagógica que reconhece que o papel mais importante da educação não é o desenvolvimento individual, mas o de colaborar para a transformação da sociedade em suas dimensões política e econômica

Conteúdo:
- Materialismo histórico e dialético
- Categorias marxistas
- Filosofia da práxis
- Superação do capitalismo
- O papel da Educação

R$ 60,00

comprar

Lev Vygotsky

Vygotsky se preocupa em entender o funcionamento psicológico do ser humano, integrando aspectos biológicos e culturais. Com relação à educação, a teoria de Vygotsky enfatiza o papel da aprendizagem no desenvolvimento humano, valorizando a escola, o professor e a intervenção pedagógica. Talvez por isso, suas idéias têm tido tanta repercussão entre os educadores do ocidente, apesar de sua distância no tempo e espaço (viveu na antiga União Soviética e morreu a mais de 60 anos).
A produção de Vygotsky foi vasta: escreveu cerca de 200 trabalhos científicos que foram pontos de partida para inúmeros projetos de pesquisa posteriores, desenvolvidos por seus colaboradores e seguidores, e ainda centrais na agencia de psicologia da educação contemporânea.

Conteúdo:
- Biografia;
- Planos Genéticos;
- Mediação Simbólica;
- Pensamento e Linguagem;
- Pensamento Generalizante;
- Inteligências Prática e Abstrata;
- Fala Egocêntrica;
- Desenvolvimento e Aprendizagem;
- Jogo Simbólico;
- Visão Prospectiva;
- Zona de Desenvolvimento Proximal;
- Intervenção Pedagógica.

R$ 60,00

comprar

Locke

John Locke faz parte do grupo de filósofos empiristas ingleses do século XVII. Defendiam que a construção do conhecimento passa necessariamente pela experiência e não é somente um acervo cultural herdado de geração em geração, nem apenas uma intuição intelectual, como imaginava Descartes.
Locke acreditava que o desenvolvimento intelectual deve ser conseguido a partir do exercício do conhecimento científico e que o desenvolvimento moral deve buscar a consciência dos princípios básicos do liberalismo, ou seja, das condições de liberdade, de igualdade e de propriedade.
Para este filósofo empirista, a Educação deve promover um constante contato com o mundo natural e as realidades concretas da vida.

Conteúdo:
- Empirismo
- Razão natural X metafísica
- Conhecimento: ideias simples e ideias complexas
- Contrato Social
- Educação liberal
- Conhecimento científico

R$ 60,00

comprar

Maquiavel

Até hoje utilizamos o termo maquiavélico de forma pejorativa, para designar uma manipulação, um ato esperto, astuto, imoral. Por que isso ocorre?
Desde os filósofos da Grécia antiga e da escolástica, acreditava-se que somente homens éticos poderiam gerar uma sociedade harmoniosa. Maquiavel promoveu uma importante ruptura com esse pensamento dominante, não vendo a necessidade de um comportamento moralmente correto para que haja uma boa convivência coletiva. Segundo o filósofo italiano, devem-se utilizar pragmaticamente quaisquer meios necessários a fim de garantir o funcionamento da sociedade. Para cumprir este objetivo, Maquiavel afirma que mais do que o convencimento, é a mão firme do estado que deve garantir a harmonia social.
Maquiavel não assume a posição própria de uma teoria pedagógica, mas se olharmos somente o conteúdo teórico de sua filosofia política, é possível concluir que para ele um bom modelo de escola seria aquele que estivesse a serviço da formação de um comportamento cívico.

Conteúdo:
- As limitações morais do homem
- Uma Filosofia Política
- Papel do governante para manter uma sociedade em harmonia
- Contrato social
- Educação e disciplina
- Formação do comportamento cívico

R$ 60,00

comprar

Maria Montessori

apresentação: Maria Montessori foi exemplo de um pensar e de um agir livre. primeira mulher médica italiana, feminista, com profundas preocupações sociais, aliou o espírito científico com a observação das crianças para contribuir com práticas e conceitos pedagógicos de importância fundamental. neste programa a educadora maria elizabeth gastal fassa, uma das maiores especialistas em montessori do país, aborda e explica a fundamental contribuição contida no legado da educadora italiana.

Conteúdo:
- Biografia
- A experiência de San Lorenzo: normalização, atenção polarizada, ambiente
- Mente absorvente
- Períodos sensíveis
- Capacidades na mente humana: embrião espiritual
- Atenção e inteligência
- Imaginação e fantasia
- Planos de desenvolvimento
- Necessidades fundamentais e tendências naturais
- Educação cósmica
- Um legado atual

R$ 60,00

comprar

Matthew Lipman

Matthew Lipman é um dos mais reconhecidos educadores do nosso tempo. Criador de uma metodologia de ensino de filosofia para crianças, Lipman conquistou o respeito de importantes instituições ligadas à Educação, como a UNESCO, que divulga este trabalho por todo o mundo. Lipman foi um dos 8 educadores convidados a fazer parte da série --Os transformadores--.
Essa metodologia transcende o ensino de filosofia e inspira o trabalho de educadores de todas as áreas. A partir de uma comunidade de investigação (grupo formado por alunos e professor), os alunos conversam e pensam sobre questões essenciais ao homem. Temas como a verdade, a justiça, a beleza tomam significado para a criança e o adolescente a partir de um diálogo filosófico que tem lugar na sala de aula.

Conteúdo:
- O histórico do programa de Filosofia para Crianças;
- A metodologia e as outras disciplinas;
- A comunidade de investigação;
- A importância do diálogo filosófico;
- O --Pensamento de Ordem Superior--;
- O papel do professor numa educação para o pensar.

R$ 60,00

comprar

Michel de Certeau

Michel De Certeau foi jesuíta, historiador e professor universitário francês. Seus interesses e crises o levaram a trazer para o seu universo a psicanálise, a filosofia, a linguística, a antropologia, a história, a pedagogia e manifestações culturais diversas. Nascia daí um respeito e uma relação profunda pela marginalidade, pela multiplicidade e pela resistência estratégica.
Neste programa, Diana Vidal, conhecedora da obra do autor, expõe o pensamento e suas implicações na Educação de um dos maiores pensadores do século XX.

Conteúdo:
- Os primeiros anos e a formação jesuíta
- Surin e a descoberta da escuta
- A psicanálise e a escuta do outro
- Epistemologia da história
- Historiografia
- Práticas culturais
- Práticas ordinárias
- O sujeito insubmisso
- As viagens
- Formas de resistência / modelo polemológico
- Certeau e Paulo Freire
- O mestre da Escuta

R$ 60,00

comprar

Paulo Freire

Paulo Freire é considerado mundialmente um dos maiores educadores do século XX, por uma ousadia até hoje muito pouco praticada: colocar o oprimido como sujeito da sua aprendizagem e da transformação da sua realidade. Criou uma metodologia que insere a leitura do mundo, a liberdade, o diálogo, a aprendizagem significativa para uma educação transformadora e, nem por isso, menos eficiente que a tradicional. Paulo Freire, autor de mais de 25 livros, foi professor nas universidades de Harvard e de Genebra, na universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC- SP). A Paulo Freire foi outorgado o título de doutor Honoris Causa em 27 universidades, de diversos países.

Conteúdo:
- Histórico e trajetória;
- O exílio;
- O método;
- Investigação temática;
- Tematização;
- Problematização;
- Leitura do mundo;
- Compartilhando o mundo lido;
- Reconstrução do mundo lido;
- Vivenciando o mundo;
- A Educação e o conhecimento por Paulo Freire;
- O professor;
- A escola;
- O aluno;
- O sistema;
- O diálogo;
- A Educação é política;
- Um mundo novo.

R$ 60,00

comprar

Pierre Bourdieu

No campo da Educação, a contribuição de Bourdieu é profunda e perturbadora. Para este autor francês, o sucesso escolar está associado a uma disposição para o conhecimento, está intimamente relacionado ao capital cultural que as crianças trazem de suas casas para a escola. Para ele, o papel da escola tem sido muito mais de reprodução das diferenças sociais do que de transformação dessa realidade.
As análises de sua obra nos permitem perguntar: Por que os currículos escolares são formados por esses conhecimentos e não por outros? Por que nem todas as crianças conseguem se apropriar disso? Por que os professores não conseguem mudar essa realidade?
Ao morrer, em 2002, aos 71 anos, Bourdieu era provavelmente o mais lido e citado sociólogo em todo o mundo.

Conteúdos
- Biografia
- Escola conservadora
- Capital cultural
- A Reprodução
- Excluídos do Interior
- Violência Simbólica
- Habitus
- As categorias do juízo professoral

R$ 60,00

comprar

René Descartes

René Descartes introduz as bases da ciência e da filosofia modernas, bem como lança as referências de uma nova educação, aquela baseada no conhecimento objetivo da realidade. Trata-se do conhecimento científico metódico e criticamente estabelecido, mediante o qual se conhece também o modo de agir, o caminho adequado da ação.

Conteúdo:
- Um método seguro para o conhecimento da verdade: Discurso do Método
- Dualidade do homem: corpo e espírito
- Penso, logo existo
- A extensão dos corpos e a substância divina
- Bases da ciência e filosofia modernas
- Educação baseada no conhecimento objetivo da realidade

R$ 60,00

comprar

Rudolf Steiner

Rudolf Steiner foi o criador da antroposofia que se expressou na área da educação através da Pedagogia Waldorf, conjunto de conceitos e práticas pedagógicas espalhadas em escolas por todo o mundo. Neste programa Peter Biekarck, um dos maiores estudiosos do assunto do país, aborda e explica a fundamental contribuição contida no legado pedagógico de Rudolf Steiner.

Conteúdo:
- Biografia
- Antroposofia
- Andar, falar e pensar
- Corpo, alma e espírito
- A dimensão do desenvolvimento do homem
- O primeiro setênio
- O segundo setênio
- O terceiro setênio
- Autoeducação
- A totalidade e a importância do fazer
- O legado

R$ 60,00

comprar

Santo Agostinho e Santo Tomás de Aquino

Embora Santo Agostinho se vincule à tradição platônica, de caráter idealista, e Santo Tomás de Aquino retome a tradição aristotélica, de caráter realista, suas concepções de educação convergem quanto a sua finalidade, que é aquela de formar o cristão.
Santo Agostinho e Santo Tomás de Aquino constituem os pilares da escolástica, essencialmente uma pedagogia fundada na teologia cristã e que se constituiu ao longo da Idade Média. Ambos os filósofos estão na base doutrinária da pedagogia do cristianismo e ainda têm profunda influência na pedagogia laica contemporânea

Conteúdo:
- Cristianização do Platonismo e do Aristotelismo
- Escolástica
- Relação entre fé e razão
- As teorias de conhecimento de Santo Agostinho e Santo Tomás de Aquino
- O agir em conformidade com a essência
- Educação como purificação
- Educação como ação de levar o homem à plenitude de sua essência
- A formação do homem espiritual

R$ 60,00

comprar

Sigmund Freud

A obra de Sigmund Freud trouxe uma forma radicalmente nova de se entender a condição humana. O inconsciente pensado por Freud revela que o homem é uma espécie de estranho na sua própria morada. Onde havia a ideia de unidade da consciência, de que o homem exercia controle absoluto de sua vida psíquica, há, na verdade, divisão, uma luta constante entre as pulsões de vida e a pulsão de morte.
A invenção da psicanálise não cessa de produzir ainda hoje seus efeitos. O campo da educação foi objeto de certa esperança por parte do próprio Freud. Costumava dizer que há três profissões impossíveis: a psicanálise, a política e a educação.
Sendo profissões da palavra, as três estão tomadas pela impossibilidade de se controlar os efeitos da intervenção. Assim sendo, na educação, só o reconhecimento dessa impossibilidade por parte do adulto que endereça sua palavra a uma criança é capaz de resguardar a dignidade do ato educativo.
Para isso, o adulto deve acolher o desejo infantil que anima toda intervenção educativa, única forma de instalar a possibilidade que o desejo faça do pequeno ser no mundo uma criança que pleiteie ficar grande.

Conteúdo:
- Biografia
- Psicanálise e educação
- Clones
- Repetição sem exatidão
- Salve-se!
- O inconsciente
- A palavra
- A palavra ordena
- O desejo
- Freud e a pedagogia
- O conhecimento
- Embaraço
- Professores embaixadores
- A escola

R$ 60,00

comprar

Sócrates, Platão e Aristóteles

Sócrates, Platão e Aristóteles inauguram a filosofia ocidental. Afirmam a condição do homem como estando fundada numa essência, imutável e eterna, perfeita em si mesma, mas comprometida por seu vínculo à matéria.
O pensamento desses filósofos gregos está profundamente ligado à educação. Sócrates faz uma defesa intransigente do conhecimento, Platão apresenta a perfeição do mundo das idéias e Aristóteles acredita que a educação é a transformação em ato das potencialidades dos homens.
Para eles, a educação deve ser o processo para levar o homem ao máximo possível de sua perfeição.

Conteúdo:
- Educação e o processo do homem rumo à perfeição.
- A busca do sentido em nossas ações.
- Sócrates e a defesa do conhecimento.
- A instauração da pedagogia filosófica e da filosofia pedagógica
- Entendimento, moral e virtude.
- Platão: o Mundo das Idéias
- Aristóteles: a natureza humana e a educação como atualização da potência.
- O pensamento metafísico se desdobrando na idade Media.

R$ 60,00

comprar