Psicólogos e a Educação: Freud, Jung e Lacan


Duração: 1h55min - R$ 179,70 - Disponível por 90 dias

SIGMUND FREUD trouxe uma forma radicalmente nova de se entender a condição humana. O inconsciente pensado por Freud revela que o homem é uma espécie de estranho na sua própria morada. Onde havia a ideia de unidade da consciência, de que o homem exercia controle absoluto de sua vida psíquica, há, na verdade, divisão, uma luta constante entre as pulsões de vida e a pulsão de morte.
O campo da educação foi objeto de certa esperança por parte do próprio Freud. Costumava dizer que há três profissões impossíveis: a psicanálise, a política e a educação.

Conteúdo:
- Biografia - Psicanálise e educação - Clones - Repetição sem exatidão - Salve-se! - O inconsciente - A palavra - A palavra ordena - O desejo - Freud e a pedagogia - O conhecimento - Embaraço - Professores embaixadores - A escola


CARL G. JUNG é um dos mais importantes pensadores da história da Psicologia e faz parte do pequeno grupo daqueles que ajudaram o homem a transformar sua visão de mundo e sobre si mesmo. 
Diversos conceitos desenvolvidos por Jung, tais como self, ego, persona, arquétipos, polaridade, ajudam o educador a ter uma visão ao mesmo tempo mais abrangente e profunda de seu papel no mundo, da instituição escolar e de seus alunos. Um desses conceitos é o da individuação. Segundo Jung, individuação é o processo que o sujeito vive para se tornar o ser humano único que potencialmente cada um de nós é desde os primórdios, uma diferenciação em um mundo massificado. E nisso o educador tem um papel central.

Conteúdo: 
- Biografia - Energia Psíquica - Símbolo - Arquétipos - Self e Ego - Self, Ego e escola - Psicoterapia e Educação - Individuação - Polaridades - Educador - Tipologia 


JAQUES LACAN permite uma leitura particular sobre a educação: enfatiza o papel da linguagem no determinismo da conduta humana, papel que tinha ficado minorizado e subjugado a um biologismo. Com isso permite que a Educação seja retomada em sua força. Para Lacan, o espaço educativo é aquele em que ocorre a constituição do sujeito. Para entenderemos basta recuperar na língua o sentido corriqueiro da palavra educar como "criar". Isso quer dizer que há no educar uma certa dimensão de invenção. 

Conteúdo: 
- Biografia - A linguagem é equívoca - As três profissões impossíveis - O outro e a tradição - A riqueza do mal-entendido - Educar: condições de possibilidade - A cientifização da Educação - Aluno abstrato X aluno real - A ciência exclui o sujeito - Professor esvaziado - Dom - As três funções da Educação - O educador e seu inconsciente



R$ 179,70


Faça seu login